Os Ratos da vida

A vida vai a ratos;
pode-se cantar chorando,
chorar escutando um cantar,
pode-se amar amando,
amar, cantar e chorar.
Pode-se chorar sorrindo
e sorrir ao amar e ao sonhar,
pode-se cantar sonhando
e sorrir por um sonho ao acordar.

 © Poesía creada por Xurxo M. Gago Chao
inicio seguinte
logoweb